Voltar

Unimed Maceió realiza desejos de pacientes internados em seu Hospital

Unimed Maceió realiza desejos de pacientes internados em seu Hospital

Ação engloba as comemorações ao Dia do Cliente e surpreende beneficiários

Unimed Maceió realiza desejos de pacientes internados em seu Hospital

Ação engloba as comemorações ao Dia do Cliente e surpreende beneficiários

14 Setembro 2020

Barbara Esteves 
Assessora de Comunicação

Se você estivesse hospitalizado e pudesse fazer um pedido especial, qual seria o seu desejo? Pequenos gestos podem representar muito para quem está há bastante tempo dentro de um quarto de hospital.

A Unimed Maceió, por meio da equipe multidisciplinar do Hospital Unimed, realizou o Dia do Desejo, que faz parte das comemorações pelo Dia do Cliente, celebrado em 15 de setembro. O objetivo da ação é presentear os pacientes de longa permanência com a concretização de pequenos desejos, que não interfiram nas recomendações médicas.

“Cuidar de pessoas está em nosso DNA. E o cuidado humanizado é o diferencial no processo de recuperação. Nesta ação, buscamos saber o desejo do paciente e o realizamos da melhor forma possível”, explicou Mayara Gomes, assistente social do Hospital Unimed.

Alex Cláudio dos Santos tem 30 anos de idade e descobriu um câncer em 2018. Há mais de 40 dias internado no Hospital Unimed, ele desejava comer uma peixada, na beira da lagoa, na companhia de sua mãe, com quem não se encontrava há quase um ano.

Em uma manhã, perto da hora do almoço, Alex foi surpreendido pela equipe do SOS, sob o pretexto de buscá-lo para fazer um exame em outra unidade da Unimed. Na verdade, o paciente foi levado à Massagueira, para o tão almejado almoço, supervisionado pela equipe multiprofissional que o assiste.

“Foi uma surpresa enorme para Alex. A equipe de enfermagem entrou em contato comigo e perguntou qual era o desejo dele e quais músicas ele gostava de ouvir. Falei sobre a peixada e elas prepararam tudo com muito carinho. Ele ficou bastante emocionado”, contou a esposa do paciente, Renata Patrícia da Silva.

E o almoço teve um gostinho mais que especial. A presença da mãe, dona Damiana Joana dos Santos, de 68 anos, que veio especialmente do povoado de Caxangá, na cidade de Porto Calvo, para compartilhar esse momento com o filho.  “Ela ficou muito emocionada e feliz. Tinha muito tempo que eles não se encontravam. Foi incrível, acho que eles nunca vão esquecer desse momento”, completou Renata.

“Agradeço a Deus por mais um dia aqui e por ter colocado uma equipe maravilhosa para cuidar de mim. Agradeço muito a vocês por me proporcionarem a realização desse desejo. Vocês me pegaram de surpresa. Eu não desconfiei de absolutamente nada. A única coisa que eu sabia é que minha mãe estava em Maceió”, afirmou Alex.  

O cuidado está nos gestos mais simples, como proporcionar a esses pacientes um dia mais agradável e diferente. “Nós, da equipe médica, vemos essa ação como parte do plano terapêutico do paciente, pois sabemos a importância do bem-estar emocional para o sucesso da tratamento. O Alex vem de várias internações e passou por transplante de medula óssea. Este momento vem para que ele se sinta mais forte e revigorado”, explicou a oncologista, Dra. Luciene Alencar.

Empatia e cuidado personalizado

Sônia Soares de Andrade, de 78 anos, deu entrada no Hospital Unimed no mês de junho. A aposentada estava com Covid-19 e ficou internada por mais de 100 dias. Entre idas e vindas à Unidade de Terapia Intensiva, precisou ser traqueostomizada.

Muito católica, seu desejo era orar na presença de um sacerdote, além de degustar um delicioso bolo de ameixa. Seus familiares destacaram a importância dessa iniciativa.

“Minha mãe passou vários dias aqui no hospital sendo bem cuidada. Esse momento para a família é muito gratificante. Vê-la melhor e poder compartilhar essa surpresa foi bem gostoso. Gostaríamos de agradecer a toda equipe da Unimed por proporcionar isso”, afirmou Gustavo Andrade, filho da paciente.

A enfermeira Flávia Karine dos Santos destaca a importância da humanização no tratamento para integrar o cuidado hospitalar com o paciente e seus familiares.  “É fundamental trazer um pouco dessa realização pessoal para dentro do hospital, pincipalmente para esses pacientes de longa permanência, que passam muito tempo longe de seu convívio familiar. Faz parte do Jeito de Cuidar Unimed”, explicou a enfermeira.

E não é que a receita de cuidado personalizado, carinho e humanização funciona? A dona Sônia teve alta na última quinta-feira, 10 de setembro. Seus familiares a receberam na porta do Hospital Unimed com balões, flores e cartazes de agradecimento, com mensagens positivas para os médicos e a equipe assistencial.