Voltar

Semana Farroupilha: peões e prendas encantam os pais na UTI Neonatal do Hospital Unimed Noroeste/RS

Semana Farroupilha: peões e prendas encantam os pais na UTI Neonatal do Hospital Unimed Noroeste/RS

Semana Farroupilha: peões e prendas encantam os pais na UTI Neonatal do Hospital Unimed Noroeste/RS

17 Setembro 2021

O clima farroupilha tomou conta da UTI Neonatal do Hospital Unimed Noroeste/RS na manhã desta sexta-feira, 17. Vestidos como peões e prendas, os pequeninos receberam papais e mamães em ação alusiva à Semana Farroupilha. Já na chegada, a emoção tomou conta: lenço e bombacha ou vestidinho de prenda se somou ao embalo da música tradicional gaúcha que tocou de forma suave, preenchendo o ambiente neste momento que é tão aguardado: a visita aos filhos.

E alguns dos papais e mamães ficaram ainda mais surpresos. Como é o caso de Vanessa Klamt e Ariel Tissot Schwerz, que são tradicionalistas, apreciadores da cultura gaúcha, portanto, sempre imaginaram e desejaram ver o filho Murilo vestido como “gauchinho”. Assim, eles também puderam celebrar este momento. “Achamos tudo maravilhoso, pois essa preocupação com o nosso bem-estar e do nosso filho é muito emocionante. Nos sentimos acolhidos e agradecidos pelo trabalho da Unimed. A cada visita viemos fortalecidos”, relatam.

A surpresa, preparada pela equipe multiprofissional da UTI Neonatal, foi uma forma de celebrar com as famílias esta semana comemorativa para o Estado, criando um ambiente acolhedor aos papais e mamães que, neste momento, estão afastados de seus filhos enquanto os pequenos recebem os cuidados intensivos no Hospital Unimed. Esta ação integra o Projeto Humanizar, que é norteado pelo tripé Acolher, Cuidar e Aconchegar, que procura celebrar datas comemorativas, deixando o período mais alegre, estimulando o vínculo entre os pais e o recém-nascido, bem como aumentando a interação entre a família e os profissionais da Unidade. “Estes momentos são quando cuidamos também da família, para que os pais possam levar estas boas lembranças do período em que passaram pelo Hospital. São ações planejadas com carinho pelos nossos profissionais”, avalia a supervisora da UTI Neonatal, enfermeira Daiane Zambon Dockhorn.