Voltar

Unimed aborda sexualidade na terceira idade com pacientes do Grupo Qualidade De Vida

Unimed aborda sexualidade na terceira idade com pacientes do Grupo Qualidade De Vida

Unimed aborda sexualidade na terceira idade com pacientes do Grupo Qualidade De Vida

6 Setembro 2018

Tabus, valores, angústias, dúvidas. A sexualidade ainda é abordada com certo desconforto por muitas pessoas, em especial, da terceira idade, por consideram assunto dos mais jovens. Visando tratar mensalmente de assuntos que reforçam a importância do autocuidado, da promoção à saúde e da prevenção de complicações, o setor de Medicina Preventiva da Unimed Noroeste/RS proporcionou ao grupo Qualidade de Vida debate sobre a sexualidade na terceira idade. O encontro ocorreu na quarta-feira, 5.

Para sentirem-se mais à vontade ao tratar do tema, os pacientes foram divididos em dois grupos, conforme o gênero. A conversa foi conduzida pelos médicos Marcos Boff e Martha Fonseca da Silva e Silva, integrantes da equipe multidisciplinar da área de Medicina Preventiva. Na abordagem aos homens, Boff apontou os cuidados, a autoestima dentro da sexualidade e, principalmente, a parceria de um casal, “o comportamento em busca de uma satisfação sexual e qualidade de vida.

Às mulheres, Martha evidenciou a importância de conhecer o próprio corpo, explicando que problemas de saúde e, também mudanças hormonais, podem influenciar na sexualidade, por isso a necessidade de comentar com o médico todos os sintomas. Em alguns casos, o casal deve procurar orientação profissional. “Nascemos com capacidade de amar e também com sexualidade”, ilustrou, apontando que “muitas vezes se enxerga isso com preconceito, que pode vir da gente mesmo”.

O aumento nos casos de doenças sexualmente transmissíveis na terceira idade também foi abordado com preocupação. Afinal, entre jovens ou idosos, a prática exige proteção. Assim, os profissionais destacaram a importância do sexo seguro e também o uso correto de medicações, conforme orientação médica.

A enfermeira Dagmar Scholl Lauter, que atua no setor de Medicina Preventiva, esclarece que o assunto está incluído em uma proposta de abordar temas diferenciados, que envolvem a saúde física, mental e emocional, em alguns casos, considerados tabus. O grupo integra as atividades desenvolvidas através do Programa de Atenção Integral à Saúde da Unimed Noroeste/RS.


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: