Voltar

Diretores visitam Federação Unimed Paraná e conhecem modelo APS

Diretores visitam Federação Unimed Paraná e conhecem modelo APS

Diretores visitam Federação Unimed Paraná e conhecem modelo APS

10 Julho 2019

Os diretores da Unimed Pato Branco, o presidente doutor Antônio Motizuki e o superintendente, doutor Mauro Schiffl Mattia, visitaram, no dia 28 de junho, a Unimed Federação Paraná. O objetivo foi conhecer o modelo de Atenção Personalizada à Saúde - APS, que a Federação desenvolve colaboradores da Unimed Federação Paraná e Unimed Curitiba. 
Na oportunidade, os diretores conversaram com o enfermeiro administrativo, Marcelo Amaro dos Santos e os médicos, que atendem pelo modelo, e puderam conhecer como é feita toda a organização. Atualmente, são atendidos, através da APS, cerca de 4 mil vidas. 
De acordo com o superintendente, doutor Mauro Schiffl Mattia, o modelo de APS, usado pela Federação, não inclui atendimento de urgência e emergência. São consultas eletivas, realizadas em uma estrutura própria da Federação, por um médico formado em medicina da família, que realiza o primeiro atendimento ao colaborador.  “Este médico não é como um clínico geral. Por ele ser formado em saúde da família, ele tem toda a capacitação para detectar situações que precisam de um acompanhamento mais especializado e assim fazer um encaminhamento para um especialista, se for a necessidade do paciente”, explicou. 
A APS é um modelo muito conhecido no exterior, países como o Canadá e a Inglaterra, já o utilizam há um bom tempo e tem dado certo. Um dos motivos da visita dos diretores, para conhecer o modelo APS da Federação, é que há a intenção de desenvolver este modelo na Unimed Pato Branco, utilizando-se das estruturas do CAS de Pato Branco, primeiramente, e após, outras cidades.
“O modelo de APS, é uma tendência do mercado de saúde. Inclusive, outros planos de saúde estão seguindo essa mesma linha, onde se tem um controle maior da jornada do paciente durante o atendimento, e é possível ter uma redução dos gastos, por ser um modelo que investe na prevenção através de um acompanhamento mais de perto, das doenças e condições de risco do paciente”, destacou Mattia.
O presidente da Unimed Pato Branco, doutor Antônio Motizuki, disse que ficou satisfeito com o que viu na Federação, e mencionou, que a Unimed Pato Branco tem uma grande oportunidade para desenvolver o modelo APS, usando a estrutura do CAS, que já está praticamente pronta. “É algo que vamos estudar com carinho. Pretendemos iniciar o programa, tendo como usuários inicialmente, os nossos colaboradores, e depois ir aprimorando o trabalho”, explicou. 

Os diretores da Unimed Pato Branco, o presidente Doutor Antônio Motizuki e o superintendente, Doutor Mauro Schiffl Mattia, com a equipe da Federação Unimed Paraná, responsável pelo modelo APS