Voltar

Protocolo de atendimento adotado pela Unimed Pato Branco garante segurança contra o novo Coronavírus

Protocolo de atendimento adotado pela Unimed Pato Branco garante segurança contra o novo Coronavírus

Protocolo de atendimento adotado pela Unimed Pato Branco garante segurança contra o novo Coronavírus

12 Maio 2020

Devido a pandemia, criada pelo novo Coronavírus, a Unimed Pato Branco vem implantando medidas diferenciadas no atendimento, para manter os beneficiários, cooperados e colaboradores protegidos. Tais medidas estão sendo aplicadas no Centro de Atenção à Saúde – CAS e no setor de Atendimento, na sede da Cooperativa.

O protocolo adotado é o mesmo usado nas unidades básicas de saúde do município de Pato Branco e na Unidade de Pronto Atendimento - UPA e se inicia pela lavagem das mãos, antes do beneficiário entrar no estabelecimento. Depois, um profissional devidamente paramentado, com roupas adequadas e EPIs necessários, solicita que ele higienize as mãos com álcool gel 70%, para então fazer a aferição da temperatura, através de um termômetro infravermelho. Se o beneficiário apresentar febre, ele é orientado a buscar atendimento no pronto socorro da rede credenciada.

 

Outras medidas de segurança

Também foram colocados no chão adesivos sinalizadores, para que as pessoas mantenham a distância de um metro. Além disso, só é permitida a entrada com o uso de máscara, conforme decreto publicado pela Prefeitura de Pato Branco. Se o beneficiário não estiver de máscara, é fornecida uma descartável.

No setor de Atendimento, a coordenadora Cristiane Ramos explicou que só é permitida a entrada de quatro pessoas por vez e um membro de cada família. Após a saída do beneficiário, a atendente realiza a higienização da cadeira, mesa e acrílico, com álcool 70%.  Além disso, o horário de atendimento passou a ser das 10h às 15h, sem fechar para o almoço. Este mesmo horário está sendo seguido pelos Postos Avançados de Coronel Vivida, Palmas e São Lourenço do Oeste. No entanto, a orientação é que as pessoas utilizem os canais online para atendimento, como o Aplicativo Unimed Cliente PR, que permite liberar as guias médicas. As dúvidas podem ser retiradas através do telefone 46 2101-3000 opção 3.

No CAS, a coordenadora Scheila Pallaoro informou que é permitida a entrada de pessoas que tenham realizado o agendamento prévio para consulta. E assim como na sede, após a saída do beneficiário da recepção, a atendente realiza a higienização da cadeira, mesa e acrílico, com álcool 70%.  O horário de atendimento passou a ser das 8h às 12h e das 13h às 18h, fechando para almoço.  Os agendamentos devem ser realizados através do telefone 46 2101-3000 opção 2.  A Clínica de Vacinas também está com o mesmo protocolo instituído e horário de atendimento de segunda a sexta-feira.

 

Medidas protetivas durante os atendimentos

Nas consultas e sessões no CAS, todos os médicos e terapeutas estão usando os EPIs necessários para a prevenção, e após o atendimento de cada paciente, o consultório é desinfetado pela equipe de serviços gerais com álcool 70%. Os horários das consultas foram espaçados, para evitar a aglomeração de pessoas. Também, para o atendimento de bebês, as consultas de puericultura estão sendo realizadas somente nas sextas-feiras, evitando assim o contato das crianças com outros pacientes. O agendamento é feito somente para os pais que desejam trazer os bebês para a consulta.

Quando o médico solicita exame para Covid-19 para aglum paciente é realizada a desinfecção terminal na recepção e no consultório que ele foi atendido. Este tipo de desinfecção inclui a lavagem das paredes, tetos e chão. Também o médico preenche a ficha de notificação e o paciente assina, dando ciência das orientações repassadas. Na sala de terapia ocupacional, onde são usados brinquedos e tatame, após cada atendimento igualmente é realizada a limpeza terminal.

Como medida protetiva, também foram retirados os folders, revistas, brinquedos da brinquedoteca e todos os materiais expostos, para que as pessoas não tenham contato e evitem a contaminação.

De acordo com a coordenadora do CAS, as pessoas com sintomas respiratórios ou suspeita de Covid-19 não estão sendo atendidas no CAS. Quando o beneficiário entra em contato para agendar uma consulta, a equipe da Central de Agendamentos pergunta se ele está com sintomas respiratórios, caso esteja, a orientação é que ele ligue para o número 0800 41 4554 para ser orientado e monitorado. Se estiver com falta de ar e temperatura acima de 38º, ele deve buscar atendimento no pronto socorro da rede credenciada.

Segundo Scheila, neste momento, o protocolo de atendimento do CAS é atender somente beneficiários que não apresentam sintomas de Covid-19, que possuam doença crônica ou tenham a necessidade de retirar receita médica, para o acompanhamento da sua patologia.

Também foram colocados no chão adesivos sinalizadores, para que as pessoas mantenham a distância de um metro.