Voltar

Novembro é o mês de conscientização a saúde masculina

Novembro é o mês de conscientização a saúde masculina

Novembro é o mês de conscientização a saúde masculina

26 Novembro 2018

A campanha do Outubro Rosa, que foca na prevenção ao câncer de mama, já é bastante conhecida, e muita gente se empenha em incentivar as mulheres a cuidarem da própria saúde. Mas e a saúde masculina?

Para conscientizar também os homens sobre a importância de se cuidarem, surgiu o Novembro Azul, que tem como foco a importância da prevenção ao câncer de próstata. Além da cor azul, há quem se disponha a deixar o bigode crescer durante o mês de novembro. A ideia é que o novo visual proporcionado pelo bigode pudesse simbolizar a mudança da forma como os homens “encaram” os cuidados com a própria saúde.

Assim no dia 23 de novembro, a Unimed realizou em parceria com a Barbearia Bolshoi uma ação para conscientização a saúde masculina mostrando a importância da prevenção ao câncer de próstata enquanto os barbeiros trabalhavam nos cuidados dos homens. O evento aconteceu na movimentada Praça da Republica que fica localizada no centro da cidade e chamou a atenção de quem passava pelo entorno da praça.

No Brasil, o câncer de próstata é o 2º mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), segundo o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). A taxa de incidência da doença é 6 vezes maior nos países desenvolvidos se comparados com os países em desenvolvimento, e a previsão é de que em 2016 ocorram 61.200 novos casos (INCA).

Bons hábitos, são de importância crucial na prevenção de doenças, inclusive do câncer de próstata. Quando falamos em prevenção é necessário destacarmos que algumas medidas preventivas são facilmente aplicáveis, como mudanças em hábitos de vida. É importante manter a prática de atividades físicas e uma alimentação rica em vegetais e pobre em gorduras.

O diagnóstico só é possível por meio de dois exames: o antígeno prostático específico (PSA), que permite rastrear e definir a sequência ideal de tratamento nos pacientes com neoplasia de próstata avançada e o ainda o exame de toque. Apesar do grande preconceito, este é um exame rápido, dura segundos e é praticamente indolor e não afeta em nada a masculinidade do homem.

Os dois exames juntos (toque e PSA) conseguem diagnosticar 80% dos casos de neoplasia de próstata. Estatísticas mostram que, com a detecção precoce do câncer da próstata, consegue taxas de cura em torno de 90% a 95%.