Voltar

Refogar, cozinhar no vapor ou fritar?

Refogar, cozinhar no vapor ou fritar?

Você sabia que o modo de preparo dos alimentos influencia na perda ou retenção dos nutrientes? Veja como escolher o modo mais adequado para o preparo das refeições

Refogar, cozinhar no vapor ou fritar?

23 Julho 2018

 

 

Se o seu objetivo é ter hábitos de vida saudáveis, saiba que o modo como você prepara os alimentos pode ter grande influência na qualidade da sua alimentação. Veja algumas dicas para ajudar a reter os nutrientes dos alimentos e ter mais sabor e saúde na sua mesa.

 

 

Alimentos crus

Os alimentos crus garantem mais nutrientes do que os demais modos de preparo. Como eles são consumidos na sua forma natural, todas as vitaminas são aproveitadas. Se puderem ser consumidos com casca, o aproveitamento é ainda maior.

 

 

 

Cozimento no vapor

Os alimentos cozidos no vapor retêm mais vitaminas do que os cozidos em água fervente. Isso ocorre porque durante o cozimento, parte dos nutrientes fica na água. Algumas preparações não podem ser feitas no vapor, mas a água do cozimento pode ser utilizada posteriormente para o preparo de caldos, sopas, risotos e molhos, por exemplo.

 

 

 

 

Refogados, ensopados e frituras

A perda dos nutrientes também ocorre durante o preparo de alimentos fritos, refogados e ensopados. A queda do valor nutricional cai devido à temperatura da preparação e à adição de outros elementos como gordura. Os alimentos fritos, além da perda nutricional, retêm a gordura utilizada no preparo e, quando consumidos com frequência, podem prejudicar a saúde e facilitar o ganho de peso.

 

 

Para uma alimentação saudável, prefira:

 

 


Texto: Jailde Barreto / Design: Alex Mendes

Fonte: Ministério da Saúde

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (5 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em