Voltar

Leitura para bebês

Leitura para bebês

Imitar sons, reconhecer imagens e aprender palavras são algumas das habilidades que a leitura pode estimular

Leitura para bebês

31 Outubro 2016
Você já se perguntou sobre os benefícios de ler em voz alta para os bebês? Embora a criança não entenda tudo o que está sendo dito, ouvir histórias ajuda para que ela construa sua rede de vocábulos e também é um convite para o bebê olhar, apontar, tocar e responder a perguntas. Esses estímulos promovem o desenvolvimento social e as habilidades de pensamento. Basicamente, fazer leituras em voz alta desde os primeiros meses de vida é capaz de: 

• Ensinar ao bebê sobre comunicação.
• Introduzir de maneira divertida conceitos como números, letras, cores e formas.
• Desenvolver a audição, memória e habilidades orais.
• Dar informações lúdicas sobre o mundo. 

Outra grande vantagem a respeito da leitura é que para colocá-la em prática não é preciso ter habilidades especiais ou dispor de algum equipamento, basta apenas você, o bebê e alguns livros com ilustrações, texto simples e repetitivo. Uma boa opção é reservar um tempo para ler diariamente antes de colocar a criança para dormir, esse hábito pode ajudar a acalmá-la e passa a integrar a rotina de sono da criança. 
 

Dicas para o momento da leitura

 
  • Faça carinho ao mesmo tempo em que está lendo, isso ajuda o bebê a se sentir seguro e conectado a você.
  • Leia com expressão, utilizando tom de voz mais alto ou mais baixo nos momentos apropriados ou usando vozes diferentes para cada personagem.
  • Não se preocupe em seguir precisamente o texto, de vez em quando faça perguntas ou comentários sobre as imagens ou o texto, como por exemplo: "Onde está o gatinho? Lá está ele!”. O bebê pode não ser capaz de responder ainda, mas começa a estabelecer base para interagir mais tarde.
  • Cante músicas, faça sons engraçados de animais e qualquer outra ação que mostre que leitura é diversão.
  • Bebês aprendem com repetição, por isso não tenha receio de ler o mesmo livro mais de uma vez.
  • Se você dispõe de apenas alguns minutos no dia, não se preocupe em ler a obra por inteiro, foque nas páginas que você mais gosta, mas não deixe de fazer a leitura.
  • Conforme o bebê for crescendo, incentive-o a tocar o livro. Se possível, apresente livros com diferentes texturas (enrugado, macio, arranhado) e com abas que formam surpresas, como casas, animais, árvores, etc.
 

Texto: Rafaela Fusieger / Designer: Ana Carla Bortoloni

Fonte: Kids Health

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em