Voltar

Gravidez semana a semana

Gravidez semana a semana

Entenda o que ocorre com o corpo da mulher e como se dá o desenvolvimento do bebê durante os noves meses de gestação

Gravidez semana a semana

16 Novembro 2018

 

A confirmação de uma gravidez desperta emoções intensas nos futuros pais, com a expectativa em torno da nova vida que está se formando e com as transformações ocasionadas pela gestação. Cada fase da gravidez apresenta características particulares e reconhecê-las permite tornar essa experiência ainda mais especial.

Os nove meses, ou 40 semanas de gestação, costumam ser divididos em três trimestres, por causa das peculiaridades de cada um desses períodos. O corpo da mulher se prepara para a formação da criança e para o parto, e cada semana é marcada por avanços significativos no desenvolvimento do bebê. No pré-natal, o médico irá acompanhar essas etapas, controlar a saúde da mãe e da criança e prestar as devidas orientações.

Saiba quais são as principais mudanças de cada período da gestação:

 

Mãe – O corpo da gestante começa a se adaptar à nova condição. O início da gravidez pode provocar grandes oscilações emocionais e maior sensibilidade nos seios, mais sono e cansaço, além de enjoos. A placenta vai se formar, garantindo que o bebê receba tudo o que precisa para se desenvolver.

Bebê – A fase inicial da gestação é marcada por um rápido desenvolvimento do bebê, com a formação de vários órgãos. Com 4 semanas, o bebê tem o tamanho de um grão de arroz e o seu coração já começa a bater. Após 8 semanas, com braços e pernas aparentes, os dedos começam a tomar forma e ao final de 12 semanas o seu rosto já está quase todo formado. No fim do trimestre os genitais estão definidos.

 

Mãe – Esta fase permite maior conforto físico, quando os sintomas do início da gravidez tendem a desaparecer. A barriga finalmente começa a tornar-se mais aparente, assim como os primeiros movimentos do bebê passam a ser sentidos. O corpo muda muito rápido, com o crescimento dos seios e alterações nos quadris e na pele.

Bebê – Com 14 semanas os movimentos respiratórios e das mãos do bebê já podem começar. A partir desta fase também já se torna possível identificar o sexo da criança pelo ultrassom. Entre 17 e 18 semanas, ela consegue fazer movimentos de sucção, engolir e piscar. A pele fica mais grossa e cabelos, cílios e sobrancelhas começam a aparecer. No meio da gestação, com 20 semanas, seus movimentos ficam mais intensos. Com 24 semanas, o bebê já pode ouvir e, completando-se 26 semanas, todo o seu organismo está funcionando em harmonia.

 

Mãe – Chega a fase em que o corpo está se preparando para o parto. Com a barriga maior, a grávida pode sentir mais desconforto, dores nas costas, tornozelos inchados e falta de ar. As mamas estão mais inchadas e o colostro, primeiro leite que mãe produz nos primeiros dias de amamentação, pode começar a vazar. A pressão na bexiga aumenta, provocando necessidade de urinar com mais frequência.

Bebê – O bebê cresce rápido e dobra de peso entre 27 e 32 semanas. Nesta fase, ele já abre os olhos e consegue perceber a luminosidade fora do útero, bem como identificar vários sons. Com 35 semanas, o bebê já começa a se posicionar para o parto, ficando com a cabeça para baixo, e a partir das 37 semanas o nascimento pode ocorrer a qualquer momento. Com 40 semanas, o bebê está completamente preparado para viver fora do útero.

 


Texto: Thaís Guimarães de Lima / Design: Alex Mendes

Fonte: Ministério da Saúde, Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), Mayo Clinic, A saúde dos nossos filhos - Departamento de Pediatria do Hospital Albert Einstein, e Filhos: da gravidez aos 2 anos de idade - Sociedade Brasileira de Pediatria, 2010

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (6 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em