Voltar

Exames no recém-nascido

Exames no recém-nascido

Fique informado sobre os principais exames feitos nos primeiros dias de vida do bebê

Exames no recém-nascido

15 Janeiro 2011
O nascimento de um bebê é um momento muito esperado pelos pais, que desejam conhecer o rostinho do filho e ter certeza de que ele nasceu saudável. Para que alguns distúrbios ou anormalidades sejam identificados precocemente, testes de triagem metabólica (teste do pezinho), visual (teste do olhinho) e auditiva (teste da orelhinha) são realizados no recém-nascido. Com a detecção precoce, há a possibilidade de prevenir sequelas e outras manifestações, aumentando a viabilidade de um desenvolvimento saudável da criança.

Confira detalhes sobre os exames citados:

• Teste do Pezinho (Teste de Triagem Neonatal)
¿
Deve ser realizado, preferencialmente, 48 horas após o nascimento do bebê e ainda na primeira semana de vida. Para fazer o teste, é necessário que o aleitamento materno já tenha sido iniciado;
¿ é feito com a coleta de sangue a partir de um furinho no calcanhar do bebê;
¿ identifica transtornos que incluem: hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, hemoglobinopatias e fibrose cística.

• Teste do Olhinho (Teste do Reflexo Vermelho)
¿ Peça ao pediatra que o teste do olhinho seja feito antes da alta da maternidade ou na consulta do 5º dia;
¿ é feito na penumbra, com o posicionamento do oftalmoscópio (instrumento para observação do interior do olho) a um metro dos olhos do recém-nascido;
¿ é o primeiro exame dos olhos da criança, é rápido e não dói;
¿ possibilita a detecção precoce de doenças que comprometem a visão, como glaucoma congênito, catarata congênita, infecções e tumores.

• Teste da Orelhinha (Teste de Emissões Otoacústicas)
¿
Se não for feito antes da alta da maternidade, solicite que seja realizado ainda nos primeiros 30 dias de vida do bebê;
¿ permite a detecção precoce de deficiências auditivas, que podem levar à deficiência na linguagem e no aprendizado;
¿ é feito com um equipamento que emite ondas sonoras no ouvido do recém-nascido e analisa a resposta a esse estímulo. O exame demora entre cinco e 10 minutos;
¿ não havendo resposta ao estímulo do exame, este deverá ser repetido em um mês.
 

Taise de Queiroz Bertoldi

Fonte: Filhos: da gravidez aos 2 anos de idade – guia da Sociedade Brasileira de Pediatria para os pais, volume 1 e site guia do bebê.

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (1 Votar)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em