Voltar

Unimed Planalto Médio contribui com a campanha A Nota é Minha

Unimed Planalto Médio contribui com a campanha A Nota é Minha

Unimed Planalto Médio contribui com a campanha A Nota é Minha

A cooperativa passou a apoiar a campanha “A Nota é Minha”, iniciativa que faz parte do Programa Solidariedade do Governo Estadual. A participação da sociedade se dá pela exigência do documento fiscal na realização de compras. Os cupons fiscais podem ser trocados por cautelas junto às instituições cadastradas no programa, fazendo com que os consumidores participantes concorram a prêmios trimestrais, sorteados pela Loteria Estadual.

As instituições agrupam os documentos recebidos, efetuam a digitação e transmitem os arquivos para a Secretaria da Fazenda. Após, recebem pontos a partir de critérios pré-estabelecidos e concorrem a repasses de recursos de acordo com a pontuação apurada.

Segundo a Assistente Social da Unimed Planalto Médio, Ionara dos Santos Pereira, a campanha passou a ser divulgada aos colaboradores da Unimed Planalto Médio em novembro de 2011, e conta com uma adesão cada vez maior, sendo que já foram arrecadadas 6.180 notas/cupons fiscais, equivalentes a 206 cautelas.

Por estar aliada a uma causa tão relevante e pela facilidade em participar, a cooperativa está incentivando a participação de seu quadro funcional. Para os colaboradores, o setor de Responsabilidade Social faz o recolhimento das notas/cupons fiscais, encaminha ao Centro Assistencial à Criança com Câncer (CACC), entidade que a cooperativa contribui. A mesma providencia a troca por cautelas.

Contribuir é fácil, basta acumular 30 notas e/ou cupons fiscais, com valores acima de R$ 2,00 e encaminhar a alguma entidade social participante do programa. No site www.solidariedade.rs.gov.br você confere as entidades do município que estão aptas a receber as notas e/ou cupons fiscais e efetuar a troca por cautelas. Lembrando que as entidades também precisam do apoio e auxílio voluntário da comunidade na digitação dos documentos que são enviados para a Secretaria da Fazenda.


Por Carolina Carvalho