Voltar

Unimed Planalto Médio facilita comunicação com portadores de deficiência auditiva

Unimed Planalto Médio facilita comunicação com portadores de deficiência auditiva

Unimed Planalto Médio facilita comunicação com portadores de deficiência auditiva

A Unimed Planalto Médio está disponibilizando desde 18 de abril, através do seu Portal, o Chat Aton. A ferramenta foi implantada para auxiliar a comunicação principalmente com portadores de deficiência auditiva ou de fala. A funcionalidade também atende ao que propõe o Decreto Lei nº 6.523/2008 que motiva os prestadores da saúde a oferecerem um canal para atendimento on-line a este público.

As pessoas portadoras de deficiência auditiva necessitam de instrumentos de acessibilidade que permitam a facilidade e viabilidade na comunicação via internet, o que as levará a uma melhor integração com o mundo midiático e consequentemente ao acesso a sociedade através da internet com maior precisão. Um dos fatores críticos para o sucesso da sociedade da informação é o acesso e utilização das tecnologias de informação e comunicação. Estas tecnologias devem estar disponíveis ao maior número possível de cidadãos evitando-se assim a exclusão digital e social. Neste contexto, a Unimed Planalto Médio assume um compromisso importante na disponibilização de um canal de comunicação para este público, que servirá de suporte para um atendimento eficaz.

Dessa forma, com o Chat Aton a Unimed também estende a comunicação com os clientes, parceiros e comunidade. O setor de Relacionamento com o Cliente da cooperativa irá auxiliar e nos casos necessários encaminhar o atendimento aos diversos serviços. Segundo a Coordenadora de Tecnologia da Informação da Unimed Planalto Médio, Luciane Rocha Brkanitch, a utilização do Chat Aton possibilita o atendimento a mais de uma solicitação simultaneamente e facilita resolver a situação sem que o solicitante fique limitado à utilização do telefone enquanto o atendimento ocorre, além de ser uma excelente oportunidade de inclusão.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 1,5% da população brasileira é portadora de deficiência auditiva, o que resulta numa gama significativa de pessoas com potencial de utilização da internet, por isso a ferramenta possibilita independência no atendimento ao deficiente auditivo ou de fala e também proporciona mais segurança no repasse das informações. O Chat Aton está disponível na página www.unimedpf.com.br.


Por Carolina Carvalho