Assistência Farmacêutica

A Assistência Farmacêutica tem um papel fundamental na orientação dos beneficiários sobre o uso correto dos medicamentos prescritos pelo médico e para evitar os problemas relacionados a medicamentos, como reações adversas, interações medicamentosas e possíveis intoxicações.

Além disso, facilita a adesão do beneficiário ao tratamento prescrito, no qual o farmacêutico expõe de forma simples como administrar o medicamento adequadamente e se tornar referência para sanar dúvidas sobre os efeitos adversos.

Ao oferecer um atendimento personalizado e de qualidade, esse profissional auxilia a promover a saúde e prevenir doença, além disso, cumpre o papel de educador de saúde ao explorar sobre a importância de manter uma alimentação equilibrada, praticar atividades físicas regularmente e adotar hábitos saudáveis de vida.

Por isso, a Assistência Farmacêutica é um serviço fundamental para garantir a segurança e a qualidade da saúde dos beneficiários e o farmacêutico tem um papel importante na orientação sobre o uso correto dos medicamentos e na promoção da saúde.


Perguntas Frequentes.
Abaixo, segue uma lista com as perguntas mais frequentes sobre o uso de
medicamentos no dia a dia.
O que é atenção farmacêutica?
       
A Atenção Farmacêutica é estabelecida pelo cuidado central ao beneficiário durante o uso racional de medicamento, ampliando o grau de compreensão dos aspectos relacionados a saúde para desenvolver autonomia, e assim obter melhoria da qualidade de vida.
O que é um medicamento genérico?
       
Medicamento Genérico é aquele que contém as mesmas substâncias ativas, com dose, forma farmacêutica, apresentando eficácia e indicação terapêutica idênticos ao Medicamento de Referência. O medicamento genérico apresenta uma tarja amarela na qual se lê a seguinte frase:" Medicamento Genérico Lei nº 9.787, de 1999”.
O que é medicamento de referência?
       
MMedicamento de Referência é o medicamento inovador, cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente, por ocasião do registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. O medicamento de referência se torna parâmetro de eficácia terapêutica, segurança e qualidade para o registro dos medicamentos genéricos e similares.
O que é medicamente similar?
       
Medicamento Similar é aquele que contém os mesmos princípios ativos, e a mesma concentração e forma farmacêutica. Ele é equivalente ao medicamento registrado pela ANVISA, podendo diferenciar em algumas características, tais como ao tamanho e forma do produto, prazo de validade, embalagem, rotulagem, excipientes e veículo, e ainda o Medicamento Similar deve ser identificado sempre pelo nome comercial.
Qual a diferença entre o medicamente genérico e os demais?
       
A maioria dos medicamentos disponíveis no mercado é comercializada pela sua marca. O que diferencia o Medicamento Genérico é que ele é comercializado pelo nome do princípio ativo e tem impresso, nas embalagens, uma tarja amarela com a letra "G" em destaque (medida regulamentada pela Resolução RDC 47, de 28 de março de 2001) e os dizeres: "Medicamento Genérico - Lei 9.787/99".
Quais as vantagens dos medicamentos genéricos?
       
Geralmente são medicamentos com menor preço, visto que os fabricantes de genéricos não precisam investir em pesquisa para o seu desenvolvimento ou em propaganda.
Com isso, provocaram uma redução nos preços dos Medicamentos de Referência, possibilitando aos cidadãos melhoria ao acesso de medicamentos.
Quando posso fazer a troca pelo medicamento genérico?
       
De acordo com a Resolução N.º 84 de 19 de março 2002, é permitida ao farmacêutico a substituição do medicamento prescrito pelo genérico correspondente.
Nesse caso, deve constar o seu carimbo, com nome, número de registro de classe, data e assinatura.
O que é evento adverso?
       
De acordo com a Organização Mundial de Saúde- OMS, é qualquer ocorrência médica que gera complicações indesejadas durante o cuidado ao paciente, e não são atribuídas à evolução da doença de base, mas a ocorrência imprevista à saúde do paciente.
O que é reação adversa ao medicamento (RAM)?
       
Reação adversa segundo a OMS é toda reação prejudicial ou indesejável, não intencional, que se apresenta após a administração de um medicamento em doses utilizadas habitualmente para prevenção, diagnóstico ou tratamento de uma doença.
O que é a interação medicamentosa?
       
Interação medicamento é uma resposta do organismo causada pela combinação do uso de diferentes medicamentos ou alimentos. A Interação Medicamentosa pode resultar em um aumento ou diminuição da efetividade terapêutica, aumentar os efeitos adversos e até a sua toxidade no organismo.
Onde armazenar os medicamentos e quais os cuidados devo tomar?
       
O local de armazenamento deve ser seguro e fora do alcance das crianças e animais domésticos. Os medicamentos devem ser protegidos da luz direta do Sol, do calor intenso e da umidade. Deve-se respeitar a temperatura de conservação e de preferência mantê-lo em sua embalagem original observando o prazo de validade informado pelo fabricante.
Quais os riscos de utilizar medicamentos na gravidez?
       
O período gestacional é um momento de cautela para toda gestante e exige mudança de hábitos para garantir a segurança do bebê e da mãe. O risco acontece pelo fato de não existir barreira de proteção entre o feto e a mãe para evitar o contato das substâncias ingeridas pela grávida. O maior cuidado deve ser tomado durante os trêsprimeiros meses de  gestação, pois é o período em que se inicia o desenvolvimento dos órgãos do embrião. O uso incorreto de medicamentos pode estar associado à ocorrência de prematuridade, anormalidades fetais, dentre outras complicações.
Quais os riscos de utilizar medicamentos na amamentação?
       
O aleitamento materno é uma prática de fundamental importância para a mãe e a criança e deve ser sempre incentivada e protegida, salvo em algumas situações excepcionais. Os medicamentos utilizados pela mãe podem passar para o bebê por meio do leite materno. Alguns diminuem a produção de leite e prejudicam na alimentação, podendo comprometer o desenvolvimento do bebê. Somente aqueles indispensáveis devem ser utilizados neste período, após avaliação do seu médico.
Baixe também a cartilha da Unimed Tatuí com as orientações gerais acerca de medicações.
Faça o download aqui.