Informações Regulatórias


Reajuste de Plano Individual/Familiar

 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), utiliza uma metodologia de cálculo que combina á variação das despesas assistenciais como índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Esse modelo baseia-se diretamente no segmento de planos individuais e tem um componente que transfere à eficiência média das operadoras para beneficiários, resultando na redução do índice de reajuste. Os dados enviados pelas operadoras são auditados e a base é pública, conferindo assim, maior transparência e previsibilidade.


Anualmente as operadoras solicitam à ANS a autorização para reajustar os planos individuais/familiares no período de maio a abril do ano subsequente, somente após recebimento do ofício autorizativo e a publicação do índice no diário oficial é que as operadoras podem aplicar.