Histórias reais estimulam doação de sangue na Unimed Cascavel

        21 de junho, 2021


O relato sincero de pessoas reais tem o poder de tocar corações. Cliente da Unimed Cascavel, Valéria Tássia Gurski convive desde que nasceu com talassemia, anemia hereditária que provoca a produção atípica da proteína que transporta o oxigênio pelo sangue. Para ter a chance de se tornar a mulher que é hoje, a arquiteta de 33 anos depende de transfusões sanguíneas desde que tinha um aninho de vida. A história da Valéria conduziu a Cooperativa no mês de junho, quando é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue (14). 

“A minha vida depende de quem eu nem conheço. Eu não sei quem é que está se doando por mim. As pessoas geralmente só vão doar sangue quando alguém muito próximo a elas, alguém da família precisa. É só aí que elas se conscientizam. Mas, na verdade, todos os dias são centenas de milhares de pessoas que precisam de doação de sangue no nosso país e aqui, em Cascavel.”

 

Estímulo à doação

Já que histórias reais tocam corações, também são reais os exemplos de voluntários da Unimed Cascavel que se dispõem diariamente a doar sangue para o Hemocentro de Cascavel. A Cooperativa tem um programa de estímulo a esse tipo de iniciativa em prol da vida. No Dia do Doador, 11 colaboradores foram até lá. Entre eles estava Suellen Andrade, que doou sangue pela primeira vez e percebeu uma transformação nela mesma. “Foi uma experiência muito boa. Agora eu vejo a doação de sangue com outros olhos. É algo tão simples e que, em poucos minutos, ajuda quem precisa disso para viver”, conta a colaboradora do setor de Regulação de Rede da Unimed Cascavel.


 

Para estimular ainda mais a corrente de doadores, a Unimed investiu em uma parceria colaborativa com o Sicredi, que levou mais 34 doadores. “Acho importante essa união de forças. O cooperativismo só cresce com tudo isso. A Unimed nos ajudou a cadastrar voluntários e agendar horário para cada um deles. Conversamos com gerentes de todas as nossas agências de Cascavel e conseguimos muita gente disposta. Foi rápido e eficiente”, descreve Renato Müller, gerente de agência do Sicredi.  

“Nós orientamos todos os doadores a fazerem um agendamento pelo nosso site ou mesmo ligar para a gente agendar um horário e evitar aglomeração, por causa da pandemia. O Hemocentro segue todos os protocolos de segurança contra a covid-19 e qualquer outra doença. Trabalhamos pela saúde e pela segurança de quem doa e de quem vai receber esse sangue”, explica Eliane Avancini, diretora do Hemocentro de Cascavel.


 

Hemocentro de Cascavel

www.saude.gov.br/doacao

Telefone: (45) 3226-4549

 O seu sangue é o melhor tipo para quem precisa viver. Doe!

Cuidar de você. Esse é o plano.


Assuntos em destaque: