Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS 

Ano Base 2020

Publicação: 10/01/2022

Pela terceira vez consecutiva, a Unimed Cascavel atingiu o patamar máximo no IDSS - Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (2021, ano-base 2020). A nota de 1,0 foi divulgada no relatório de qualificação das operadoras de saúde e está acima da média brasileira (0,79), de acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O Programa de Qualificação de Operadoras (PQO) da ANS avalia 33 indicadores, incluindo um item bônus para aquelas que possuem certificado de acreditação, caso da Unimed Cascavel. Esses indicadores são distribuídos em quatro dimensões:  

• IDQS - Qualidade em atenção à saúde
• IDGA - Garantia de acesso
• IDSM - Sustentabilidade no mercado
• IDGR - Gestão de processos e regulação


“O ranking certifica a qualidade dos serviços prestados aos clientes e dá a eles a condição de escolherem o melhor plano de saúde, pois permite a comparação entre as empresas e estimula a concorrência no setor. O índice também esclarece quais são os pontos que a operadora pode desenvolver ainda mais, no sentido de oferecer o serviço que o beneficiário precisa, com a qualidade especial que ele merece”, explica o diretor-presidente da Unimed Cascavel, Luiz Sergio Fettback.

A diretoria da Unimed Cascavel considera esse resultado uma comprovação do Jeito de Cuidar Unimed, que promove o atendimento humanizado de excelência, baseado na empatia em relação a cada beneficiário (a), que tem à disposição projetos de medicina preventiva e curativa oferecidos em uma estrutura inspirada nos modelos mais eficientes de prestação de saúde, além de uma rede credenciada formada por 627 médicos cooperados, 20 hospitais, 26 laboratórios e 111 clínicas.

Saúde com peso de excelência. Esse é o plano.

Responsive Image
Responsive Image

Mais informações estão disponíveis no site da Agência Nacional de Saúde Suplementar: Clique aqui


Ano Base 2019

Publicação: 12/04/2021

A Unimed Cascavel recebeu novamente a nota máxima no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) em 2020, relativo ao ano-base de 2019. O número está no relatório de Qualificação das Operadores de todo o Brasil, recém divulgado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e serve de base para a agência elaborar o ranking de qualidade do serviço prestado no país. “Essa avaliação dá aos usuários da saúde suplementar a possibilidade de um maior poder de escolha. Além disso, o índice oferece subsídios para a melhoria da gestão das operadoras e das próprias ações regulatórias da ANS”, esclarece o diretor-presidente da Unimed Cascavel, Luiz Sergio Fettback.

Das 945 operadoras brasileiras avaliadas, apenas 50 obtiveram a nota máxima (1,0). Dessas, 46 fazem parte do Sistema Unimed.

O IDSS é composto por um conjunto de indicadores agrupados em quatro dimensões:

• IDQS - Qualidade em atenção à saúde
• IDGA - Garantia de acesso
• IDSM - Sustentabilidade no mercado
• IDGR - Gestão de progessos e regulação

Para a Unimed Cascavel, a pontuação é mais do que uma vitória para o grupo. A cooperativa considera esse resultado uma comprovação do Jeito de Cuidar Unimed, que promove o atendimento humanizado de excelência que faz bem para as pessoas. “Ainda que o momento seja delicado e de preocupações devido à pandemia mundial gerada pelo coronavírus, a obtenção desta nota reforça o nosso compromisso com os todos os nosso públicos, garantindo o atendimento de qualidade referendado pela ANS”, finaliza o diretor-presidente da Singular.

Os resultados obtidos pela Unimed Cascavel (geral e por dimensão) podem ser conferidos a seguir:

Responsive Image
Responsive Image

Mais informações estão disponíveis no site da Agência Nacional de Saúde Suplementar: Clique aqui


Ano Base 2018

O Programa de Qualificação de Operadoras (PQO), iniciativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), é um instrumento que permite a avaliação anual do desempenho de operadoras de planos de saúde - por meio de um conjunto de indicadores - com o objetivo de aferir o desempenho global das empresas que atuam no mercado.

Os resultados do Programa de Qualificação das Operadoras são traduzidos pelo Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), calculado a partir de indicadores definidos pela ANS, com base nos dados extraídos dos sistemas de informações gerenciais da Agência ou coletados nos sistemas nacionais de informação em saúde. 

Desde 2015, diversas iniciativas foram tomadas visando a tornar o Programa mais atual e mais conectado às outras iniciativas de estímulo à qualidade, que vêm sendo desenvolvidas no âmbito da Agência. A reavaliação do PQO resultou na publicação da Resolução Normativa (RN) nº 386, de 9 de outubro de 2015, reformulando o escopo do Programa e alterando as suas 4 (quatro) dimensões de avaliação:
 
- Qualidade em Atenção à Saúde
- Garantia de Acesso
- Sustentabilidade no Mercado
- Gestão de Processo e Regulação

O uso do Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar (TISS) como fonte de dados para o processamento dos indicadores do IDSS, a partir do ano-base 2017, marcou uma nova etapa do Programa, possibilitando a ampliação do escopo e permitindo a introdução de novos indicadors e de ajustes de outros. Dessas forma, a metologia do Programa IDSS - TISS gera resultados que não são totalmente comparáveis com a metodologia anterior. 
Responsive Image
Os resultados obtidos pela Unimed Cascavel (geral e por dimensão):
Responsive Image

Mais informações estão disponíveis no site da Agência Nacional de Saúde Suplementar: Clique aqui


Ano base 2017

O Programa de Qualificação de Operadoras (PQO) é uma inciativa desenvolvida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para avaliação anual do desempenho das operadoras de planos de saúde. Tem como objetivos o estímulo da qualidade setorial e a redução da assimetria de informação, promovendo maior poder de escolha para o beneficiário e oferecendo subsídios para a melhoria da gestão das operadoras e das ações regulatórias da ANS. 
A Unimed Cascavel obteve a oitava melhor nota do país no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar – IDSS, obtendo 0,9747 em 2018, ano-base 2017.
O índice foi divulgado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e serve de base para agência elaborar o ranking de qualidade do serviço prestado no país.
As conquistas da cooperativa nos últimos dois anos refletem nos resultados sustentáveis da organização.

O IDSS avalia as operadoras de planos de saúde em quatro dimensões: 
Na dimensão IDQS - Qualidade em Atenção á Saúde que avalia o conjunto de ações em saúde que contribuem para o atendimento das necessidades de saúde dos beneficiários, com ênfase nas ações de promoção, prevenção e assistência à saúde prestada, a nota que a Unimed obteve foi 0,9.
Já na Garantia de Acesso (IDGA) as condições relacionadas à rede assistencial que possibilitam a garantia de acesso, abrangendo a oferta de rede de prestadores, a cooperativa atingiu a nota 0,57.
Na Sustentabilidade no Mercado (IDSM) que monitora a sustentabilidade da operadora, considerando seu equilíbrio econômico-financeiro, passando pela satisfação do beneficiário e compromissos com prestadores, a cooperativa recebeu nota 0,93.
E a quarta dimensão que afere a Gestão de Processos e Regulação (IDGR) e o cumprimento das obrigações técnicas e cadastrais das operadoras junto à ANS, a Unimed Cascavel obteve a nota máxima (1,0).
Dentre as 1.019 operadoras avaliadas pela agência reguladora, no ranking geral a Unimed Cascavel ficou em 8º lugar.
“Chegar até aqui foi um grande desafio, mas considerando todo o contexto de mercado e as mudanças que a saúde suplementar tem passado, receber essa nota é uma satisfação enorme. Temos um compromisso com os nossos beneficiários, cooperados e colaboradores. É o que nos motiva todos os dias a continuar buscando melhorar processos, atendimentos, serviços, produtos sempre adequados às normas e às legislações que nos trouxeram a essa posição de destaque”, afirma Danilo Galletto, diretor-presidente da Unimed Cascavel. 
Responsive Image
Os resultados obtidos pela Unimed Cascavel (geral e por dimensão):
Responsive Image

Mais informações estão disponíveis no site da Agência Nacional de Saúde Suplementar: Clique aqui